JUSTIFICATIVA: O idoso que vive em instituição asilar geralmente desenvolve sentimentos de abandono e solidão, possui baixa estima, o que acaba, por vezes, resultando em um quadro de apatia e até o desejo de deixar de viver.

 

OBJETIVO: Proporcionar ao idoso a reintegração social através da convivência e relacionamento num nível mais pessoal com o amigo “adotante”, especialmente no caso do abrigado que não possui familiares ou que não recebe visitas .

 

CARACTERÍSTICAS DO AMIGO “ADOTANTE”:

 

– Visitar periodicamente o idoso;

 

– Dá carinho e atenção ao idoso;

 

– Sabe ouvir o idoso e entender suas necessidades e limitações;

 

– Procurar levar o idoso a eventos religiosos, festivos, etc., sempre que possível;

 

– Caso desejar, contribui com itens de uso pessoal do idoso como medicamentos, vestuário, calçado, etc;

 

– Acompanha o idoso durante exame médico hospitalar, para tranqüiliza-lo (se necessário);

 

– Participa de atividades na entidade, como festas e aniversários;

 

– Proporciona ao idoso uma sensação de aconchego familiar através da participação e convívio com membros de seu meio.

 

CONCLUSÃO: Se você acredita poder contribuir com algumas das atitudes acima, existe uma grande chance de ajudar um idoso a ser mais feliz através da “adoção” de um deles.